Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Xanalicious

Qui | 20.05.10

It Girl: Aprenda com Julia Restoin Roitfeld

Faz parte da fashion royalty por descendência directa de uma das grandes boss's do mundo da moda! Mas Julia provou que merece o titulo por mérito próprio: é uma das it girls mais conhecidas do mundo, pelo seu estilo único e o seu it-girl-way-of-life.

Quer ser it girl? Aprenda com Julia Restoin Roitfeld...

Aprender com os exemplos perto de si

Julia teve a sorte de ter em casa uma das mulheres mais fashion do planeta, que aos oito anos lhe vestiu umas calças em PVC para ir para o colégio (onde todas andavam de uniforme, e com o óbvio), e que lhe vestia camisas em padrão de leopardo nas férias!

Ter um exemplo assim ajuda, desde tenra idade, a desenvolver o sentido fashionista a sair do óbvio... Porque não existe nada melhor que sair do óbvio!


Dont be a fashion Victim

Trend setter a nível mundial, Julia não se considera uma fashion victim. Afirma que se veste da mesma maneira há anos, e que olha para a moda para se inspirar e não segue as tendências à risca.

Além disso não gosta de andar vestida como os seus amigos (tenta sempre ter as peças que gosta antes destes!!).


Julia com o pretinho básico... Mas sempre com um toque pessoal!


Ir a correr para ter a peça/mala/sapato/verniz que é o ultimo grito... Its soooo last season!

Por exemplo eu já ando a ficar enjoada com a febre dos nail polish da Chanel!! A sério... Eu por acaso comprei o azul da H&M porque tinha visto uma rapariga num blogue com o da Chanel aos meses e tinha adorado... Mas não percebo a correria geral a todo o verniz que a Chanel lança! Não quis comprar o Particuliére por causa disso mesmo... Só comprei porque realmente AMEI!

Saber escolher os ícones de inspiração

Além da mãe, Julia elege como ícones de estilo Catherine deneuve (em Belle de Jour), e Brigitte Bardot pela atitude dont care - isto porque Julia considera que se preocupa demasiado com tudo, e gostaria de ter mais essa atitude!

Quando se escolhe um ícone deve ter-se em conta não só os elementos físicos, mas também a atitude, os gestos, as conquistas, ...


Ser prática

Julia afirma que não demora muito tempo a vestir-se, pois já tem os conjuntos, e tem tudo organizado mentalmente.

Para isso, o primeiro passo é ter o closet bem arrumado, bem exposto, saber trocar as peças de estação e manter sempre as de meia-estação.

Tirar prazer da moda

Julia afirmou à revista W que vestir-se bem é algo que faz para seu próprio prazer!

Primeiríssimo mandamento do it-girl-way-of-life: vestir é um prazer! Não serve para impressionar ninguém além de nós próprias... Não serve para causar inveja, para desviar olhares alheios, para provocar falatório - isso são apenas consequências!!!


Claro que no caso de Julia ajuda toda a influência francesa, de onde as mulheres são chiques quase que por natureza, e só se usa ténis no ginásio...

Tirar o melhor dos dois mundos

De Paris, onde nasceu, Julia retirou o estilo francês - andar sempre bem arranjada, saber o que vestir e quando, todo aquele estilo glamouroso que parece ser inato às parisiennes! E de NY, onde vive, retirou a atitude dont care que tanto admira, o vestir-se apenas para ser feliz, sem ter ninguém a olhar de lado!



xxx

(Fontes: Vogue Agosto 2009, Times Online, It Girls)