Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Xanalicious

Qua | 26.05.10

Que grande barraca...

Ainda há uns dias disse que a Zara dava comigo em maluca, e num dos coments disseram para eu nunca me zangar com a amiga Zara, que era uma amiga para a vida... Minha continua a ser, mas da Betty (do Le Blogue de Betty) é que já não sei...

Imaginem o que não foi entrar na Zara, e ver isto...


E ter um sentimento de "eu já vi isto em algum lado...."

TARAAAAAM!



Fiquei chocada quando li isto no blogue da Joans (AMO este blogue!) e tive que postar também!


Mas agora vejamos: Não podemos ficar revoltados com isto, mas ao mesmo tempo gostarmos de ver vestidos às andorinhas e estampados à la Mcqueen, certo? Ou acham que são situações diferentes?


xxx
Qua | 26.05.10

The One Hundred


Pois é... Demorou a ter tempo para ler, mas finalmente devorei o "The One Hundred" de Nina Garcia!

O livro, como qualquer um dos três, é excelente! Vale mesmo a pena...

Nina escreve de uma maneira muito leve, muito bem disposta mas também muito perspicaz.


O livro, para quem não está a par, mostra as cem coisas que Nina considera que qualquer mulher deve ter no seu closet. Parace pretensioso? Não é, é exactamente o oposto... Na lista aparecem diversas coisas desde Havaianas a uma Birkin, de uma tshirt branca a um Pucci!

Aqui ficam as dez coisas que eu escolhi de entre as cem (apesar de pretender ter praticamente todos os itens da lista):
  • Ballet flats
  • Boyfriend Cardigan
  • Havainas
  • Little White Dress (não escolho o preto porque estamos a chegar ao Verão e eu só penso em BRANCO hehe)
  • Silk Scarf
  • Striped Sailor Shirt (sempre foi um dos meus must have)
  • Investment Bag
  • Espadrilles (sandália em sola de corda) - neste tópico é mencionado Portugal, como um dos países originários deste calçado.
  • Jeans
  • Pearl necklace

Isto já foi mais em tom de brincadeira porque é impossível escolher só dez coisas... Se fossem noventa tudo bem, mas dez? Impossible!!

Cada um deve ter o seu próprio one hundred (ou two hundred...), dependendo do estilo e gosto próprio, mas ainda assim o livro vale a pena pois mostra a história por detrás do objecto, fun facts, e o porquê de o objecto ser indispensável.


Recomendo!

xxx