Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Xanalicious

Qua | 30.06.10

You should have one...

Lembram-se de ter dito que tinha lido o One Hundred da Nina Garcia? Uma das coisas que me chamou a atenção foi a quantidade de malas que estão no meio das 100 coisas que every stylish woman must own.

Então meninas, toca a pôr na lista de compras:

Clutch

"The Clutch is the one item that will let you show off your sense of whimsy, your sense of glamour"


Cosmetics Bag

"It may seem like an insignificant acessory, but any woman on the go will tell you that is the one item she would be lost without."


Exotic Skin Bag

"Everything else can be kept classic - the exotic skin bag is happy to carry the whole look."


Hobo Bag

"The perfect every day bag because it is spacious (holds all of your essencials), sublimely slouchy (easily slings over your shoulder), and durable (can handle being beat up a bit)."


Investment Bag

"(...) this is the bag that you can spend a dew weeks salary on and not feel guilty (or you shouldn't, anyway)."


L. L. Bean Tote

"A century ago, a lady did not carry a bag larger than a clutch (and a small clutch at that). Today, we carry on our shoulders, making weekly massages quite justifiable and an L.L. Bean bag a necessity."


Luggage

"(...) starting with a small carry-on roller (wich ensures that you cannot overpack) and building up to a large suitcase (wich ensures that you will overpack)."



xxx

Ter | 29.06.10

Porquê gastar tanto numa bolsa? - Parte II

Ainda mais curiosidades que envolvem as Classic Bags


Avesso perfeito

Seguindo a regra número um da alta costura, as bolsas clássicas têm avessos tão perfeitos como a parte de fora - o mesmo luxo que é visto por fora está em cada detalhe interno.


Consta que a própria mademoiselle Chanel era muito rigorosa e exigia interiores irreparáveis nas suas criações. Até hoje a marca tem uma estratégia secreta para virar e revirar as peças durante o processo de produção.


Time Deluxe

Toda a expertise que envolve o processo de produção não se aprende em dias, nem mesmo em semanas: todas estas marcas mantêm nas suas equipas funcionários que estão na empresa há décadas. O treino é constante e, devido à infinidade de detalhes, um empregado da linha de produção leva muito tempo a estar 100% preparado.

Adriana Bechara visitou a fábrica da Hermès em França, e escreveu que um funcionário leva dez anos para se tornar apto a produzir todos os itens de couro da marca. (leiam o artigo sobre a visita aqui)


A herança eterna

Ao contrário das it bags - que passam tão rápido com a rapidez das informações de moda da actualidade - as bolsas clássicas têm a responsabilidade de servirem como heranças fashionistas: passam de avós para netas (alguma avó com bolsas destas tem falta de neta????) e duram gerações e gerações! Para que isso seja possível os materiais, as costuras e os processos exigem o ponto mais alto da perfeição. Além disso, para complementar a teoria da longevidade as marcas têm poderosos e eficientes serviços de manutenção, que recuperam qualquer problema - raríssimos, mas que podem surgir!


A lona Goyard foi desenvolvida de modo a ficar ainda mais leve e gira com o passar dos anos.



Este post é originalmente da autoria de Ale Garattoni no It Girls (ler aqui).

Adoro este artigo (como todos os que Ale escreve), e ainda por cima Ale também é uma handbag addicted! hahaha

Achei perfeito citar um artigo dela esta semana!


xxx
Seg | 28.06.10

The 3 color rule

Antes de termos uma mala na nossa cor preferida,

antes de termos uma mala com o nosso padrão preferido,

antes de tudo...


Há que ter uma mala nas três cores básicas:

Preto, Castasnho e Branco (ou Creme).




Pelo menos é essa a minha regra. Têm que ser num modelo que dê com tudo, que se adapte ao dia a dia e a uma saída à noite (das mais informais), e sem padrões ou estampas - o mínimo possível!


Para a noite a regra já não é bem a mesma... É preciso haver uma preta (esta que já mostrei aqui), mas gosto de ter clutchs não tão básicas - como estas duas.



Por ordem: Marc B. for Topshop, Blanco, Hello Kitty, Parfois, Pull&Bear.




Assim ficou a primeira tour pelas minhas bolsas!


xxx
Seg | 28.06.10

Porquê gastar tanto numa bolsa?

"As verdadeiras it girls não compram acessórios caros - ao contrário do que algumas pessoas costumam pensar - para ostentar ou carregar grifes poderosas consigo. Conhecer e entender a história, as peculiaridades e o significado real de uma peça aumenta o desejo por ela. Claro qque o importante é agradar aos olhos (e nesse caso não há unanimidade porque o que agrada aos olhos de um não agrada aos olhos de outro e vice-versa!), esse é o ponto de partida."

(Ale Garattoni, in It Girls)


É com esta frase que inicio a semana I (heart) handbags aqui no Labels.


Afinal porquê gastar tanto numa bolsa? O que torna as bolsas clássicas (entenda-se por clássicas aquelas que duram mais que meia dúzia de temporadas) tão caras?

Markting? Posicionamento da marca?
Estratégia para limitar o consumo?

Sim e não!

Claro que isso acontece (principalmente o markting), mas existem ainda curiosidades por detrás do preço astronómico de algumas das mais famosas handbags:


Linha de montagem:

As produções são muito limitadas não apenas para limitar o consumo, mas porque a produção é muito (muito!) extensa: várias etapas, e profissionais altamente treinados. Apesar de existirem máquinas no processo, boa parte do processo é feita artesanalmente.


Uma (uma!) bolsa Chanel chega a envolver 15 pessoas no seu desenvolvimento!


Oferta e Procura

Regra básica de Economia: o preço é regulado pela lei da oferta x procura.

Em parte isto faz parte de estratégia, e em parte deve-se a limitação da linha de produção.


É dificil comprar uma Hermés Birkin sem ficar, no minimo, um ou dois anos em lista de espera (o tempo depende do material, cor e tamanho escolhidos). Mesmo com preços altissímos, a marca tem uma procura certa, constante e fiel (procura muito maior do que a empresa consegue produzir).


Detalhes

A perfeição está nos detalhes - e as bolsas clássicas podem ser consideradas perfeitas.

O famoso matelassê Chanel (também chamado por cá de "padrão Chanel") é único e impossível de copiar: o segredo é tratado como segredo de estado da marca.
Nas marcas clássicas todo o material é impecavelmente seleccionado, preparado e testado - o que faz com que seja muito difícil ter problemas depois da compra.


As bolsas Goyard, que muitos não entendem o alto (ALTO!) preço visto que se trata de uma peça de lona, são pintadas à mão! Todo o desenho é pintado manualmente, numa perfeição milimétrica. E a lona é especial e à prova de desbotamento.




Amanhã mais curiosidades sobre bolsas clássicas...


xxx
Dom | 27.06.10

I (heart) Handbags

A partir de amanhã começam uma série de posts baseados apenas no meu assunto preferido

HANDBAGS!



Nada demais na verdade - apenas uma semana dedicada apenas ao meu assunto preferido!

Afinal sou a blogueira, e tenho direito a por uma cunha a meu favor, certo?



Espero que gostem...


See you tomorow!


xxx
Sex | 25.06.10

Dica importante - peep toe boots

Aqui há uns tempos vi na Parfois umas lace up boots muito giras (falei delas aqui)... Mas o problema é que eram peep toe, e quando experimentei achei o resultado bizarro!! lol

Hoje estava a passear pelo Blogdalala (major it girl brasileira) esta tinha umas fotos da nova colecção da Schutz, onde apareciam algumas lace up boots:




Eu cá para mim - há sim muito giras, mas ficarem giras no pé...

txaraaaan



Descobri a pólvora: Meias pretas semi transparentes!

É perfeito, porque não dá ideia de "pé descalço numas botas" nem o contraste de uma meia preta opaca - é o meio termo que assenta ali na perfeição!

É ainda perfeito porque as collans opacas vão voltar a ficar out este Inverno (mas eu não vou deixar de usá-las).



Assim de mansinho ficaram mais duas dicas para a próxima estação (:


xxx

(fotos: blogdalala)
Qui | 24.06.10

Dicas Saldos - I

Todas já sabemos que há duas coisas essenciais a ter em mente em época de saldos:

1 - os clássicos (básicos)

2- o que segue para a próxima estação


Tendo em conta aquilo que vimos do look book da Blanco, devemos reter:

Marron

A cor do Inverno não vai ser o preto, mas sim os Castanhos!

Peça chave para Outono: Blazer Camel como o de Carrie Bradshaw no SATC2.


Short

Gosto do modelo, mas não de ganga.


Lenço

Continuarão connosco este ano... I like it!


Girly

Laços, rendas, folhos - tudo segue também, em tons pastel de preferência.


Chanel

"Não gosto que falem da moda Chanel. Chanel é antes de tudo um estilo. Uma moda sai de moda, um estilo jamais" (Coco Chanel - ver mais aqui)



Quatro elementos a ter em conta quando começarem os saldos...

... However, there's more!



xxx
Qui | 24.06.10

Blanco look book - Pre Fall

Saiu hoje o novo look book da Blanco para a próxima estação.

Gostei, mas não traz nada de novo...


São roupas para o fim do Verão, pois vão de encontro a algumas tendências do Verão e a algumas para o Outono - mas poucas ainda!



(amo os sapatos)



(gosto das botas, mas aposto que ao vivo não são tão giras)



(amo a saia)

(AMO o conjunto)

(gosto do vestido... Muito parecido com este meu)


What's your opinion?


P.S. Tenho pena que tenham mudado de modelo...

xxx


Pág. 1/3