Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Xanalicious

Ter | 17.05.11

About color blocking

?Gosto de cor, gosto de conjugações de cor, gosto originalidade no que toca a estes dois aspectos. Mas lamento... Se há coisa que não me deixou fan, foi o color blocking! Para já, acho que não está ao alcance de qualquer um (e ao meu, mesmo que quisesse, não estaria de certeza!!), e depois... Se há palavras que eu já não consigo ler são "color blocking".





Color blocking is the new Camel Cape meaning - enough is enough!!

That being said, é importante explicar que isto é apenas a minha opinião e o meu gosto. Compreendo perfeitamente que há quem esteja encantado com esta técnica, e que goste. Eu, simplesmente, não gosto, estou farta de ler estas palavras, e estou farta de ver quem não sabe usar color blocking, mas usa "porque é moda" (fica banal, fica forçado, fica FEIO!) - há realmente assuntos que são falados/mostrados/partilhados até à exaustão... Thats one thing about fashion that annoys me! (;

Não liguem ao tom carrancudo... Estou naqueles dias em que só quero chegar à cama!! haha
Ter | 17.05.11

Dicas de poupança: Os DIY's

São old new's que  os DIY (Do It Yourself) são a melhor forma de atingirmos a originalidade e a individualidade, e são os BFF's da carteira. Mas não quero falar de técnicas de alteração slash criação de roupas e acessórios, mas sim de todo o tipo de coisas que eu - e provavelmente muitos de vocês - faço em casa em vez de "fora de casa" (leia-se: grateeexxx) .

Eu vou basear este meu post unicamente na minha experiência pessoal, e distinguir entre o que se pode fazer em casa (DIY), e o que se deve deixar a cargo de profissionais (DIO - Do It Outside).


Esta é para mim, a parte mais subjectiva. Como sabem, já falei imensas vezes disso, eu tive acne na adolescência e desde aí ganhei bons hábitos no cuidado com a pele do rosto. Além disso a minha pele é meia "duuh" e por isso é parte de mim que eu nunca, nunca!, descuido! Aqui é a parte do corpo em que não podemos olhar ao preço no que toca a cuidados, em que a lógica empresarial que tantas vezes ouvimos "you have to spend money to make money" faz todo o sentido (só que não ganhamos dinheiro, ganhamos antes... Bom aspecto!!).

DIY: Máscaras caseiras (ter cuidado com os ingredientes atendendo ao vosso tipo de pele) para a face e para as olheiras, máscaras de argila ou mesmo aquelas que se vendem na Sephora (e noutras perfumarias). Além disso, o sistema de três passos, todos os dias, duas vezes ao dia!

DIO: Limpezas de pele, que devem ser sempre deixadas a cargo de profissionais de confiança (ter sempre em conta que o "barato [muitas vezes] sai caro").



O Holy Grail dos DIY - O cabelo! Parte em que quaseee tudo pode ser feito no conforto do lar. ?Aqui está outro campo no qual sou completamente obcecada - tenho imensos cuidados (um dia faço post sobre os produtos que uso), porque "my hair, its my thing". Não pensem que nunca tive desastres capilares - já tive, e já tive muitos! lol Talvez por isso seja tão cuidadosa hoje em dia...
DIY: Máscaras, hidratações intensivas, penteados - a placa de alisar e placa de fazer cachos são os melhores investimentos possíveis - são caros (mais uma vez não escolham os mais baratos) mas poupam imenso dinheiro em cabeleireiro e estamos sempre com o cabelo arranjado, tutoriais no YT para aprendermos truques (muitas vezes fáceis de fazer, como o coque rosquinha) - ter sempre ganchos, elásticos e muita laca à mão: fazem milagres!!

DIO: Cortar e pintar: não me cantem cantigas do corte-você-mesmo e do pinte-você-mesmo (tintas de supermercado) - nada é melhor do que deixar nas mãos dos profissionais. Se souberem fazer o que foi indicado em cima, não custa tanto pagar por estas duas coisas e - muitas de vocês concordarão comigo - em que vale cada cêntimo. Outra coisa muito importante: cerimónias!! Deixar sempre os penteados para festas importantes nas mãos de profissionais... De confiança (esta parte é essencial para o sucesso do penteado, para que este fique exactamente como nós queremos).

Outro tipo de assunto relacionado com cabelo: os pelos! Na era da depilação definitiva (cada vez mais barata) não há como enganar. Uma máquina de depilação é sempre um óptimo investimento, mas a depilação (sobrancelhas, buço, virilhas, axilas e pernas) tem muito que se lhe diga, e é caso para dizer que "cada caso é um caso". Um must-have?? Creme descolorante!!! Nem que seja para casos-de-emergência!

Repitam comigo: prática, prática, prática! Arranjar as mãos e as unhas não tem muito que se lhe diga... Muito cuidado a pintar e a deixar secar. Cuidado com o mito do arrancar cutículas: li recentemente que estas, se forem hidratadas diariamente (com um óleo, género óleo hidratante da Risqué, sabem??) deixam de ser problemáticas, e acaba-se com a maçada de estar constantemente a tirá-las! Nos pés: idem idem, aspas aspas. Um bom creme hidratante em uso diário faz milagres, verniz base (também é essencial, pois o verniz nas unhas dos pés fica mais tempo) e duas camadas de verniz. Cores? Não há como errar com o vermelho!!
 
DIY: Hidratação (mãos e unhas); manicure: verniz base (sempre!!), duas camadas do verniz que queremos, muito mito cuidado a pintar e a deixar secar. Cuidado com o muito do arrancar cutículas: li recentemente que estas, se forem hidratadas diariamente (com um óleo, género óleo hidratante da Risqué, sabem??) deixam de ser problemáticas, e acaba-se com a maçada de estar constantemente a tirá-las! Nos pés: idem idem, aspas aspas. Um bom creme hidratante em uso diários fazem milagre, verniz base (também é essencial, pois o verniz nas unhas dos pés fica mais tempo) e duas camadas de verniz. Cores? Não há como errar com o vermelho!!


DIO: De vez em quando vale a pena deixar nas mãos dos profissionais, especialmente - e mais uma vez - no que toca a cerimónias.


Hoje em dia já não é preciso tirar uma formação em corte e costura para conseguirmos fazer pequenas alterações aqui e ali na nossa roupita - O YT vem, mais uma vez, em nossa salvação!! Mas muito cuidadinho: discernimento e noção real das nossas capacidades são ESSENCIAIS no sucesso de tarefas de alteração ou confecção de roupa.

DIY: Bijuteria, acessórios de cabelo, pequenos toques (coser uma flor, ou um emblema). E o resto depende da prática, e do jeitinho de cada um. Treinar muito, ter boas referências (YT não faz milagres, convém ter uma avó/mãe/tia/amiga que nos ensine as bases do corte e costura) e ter uma boa máquina.

DIO: Ter noção daquilo que conseguimos ou não fazer influenciam muito esta parte, mas na duvida - deixe a cargo de profissionais. Na duvida, ou quando se trata de peças muito queridas e/ou únicas para nós!!! Vale cada cêntimo...


Eu sou mestre nos DIY no que toca a sapatos... Porquê?? Porque nos saldos tenho a mania que o meu pé 38/39 facilmente se pode adaptar a um 40 LOL Faço isso tantas vezes... Mas o certo é que arranjo sempre maneira de os conseguir calçar... São muitos anos de experiência!! hahaha

DIY: Ter sempre palmilhas e mini palmilhas (género "party feet" da Scholl), pensos, almofadas plantares (almofadinhas para aquela parte do pé onde se põem as mini palmilhas), e também umas coisinhas género party feets mas para o calcanhar (ideal para sapatos de número acima). Este é o tipo de coisas que devemos ter sempre à mão, e que conseguem fazer milagres no conforto, e duram uma vida. Se optarmos por pôr palminhas/almofadinhas/borrachas para o calcanhar no sapateiro, vamos ter um trabalho mais bem feito, no entanto pouco versátil - enquanto que esse trabalho vai servir apenas para os sapatos que arranjámos, este tipo de acessórios passam de uns sapatos para os outros, e basta ter uma coisa de cada (afinal só usamos um par de sapatos de cada vez!!).

DIO: Pôr borraca nas solas (faz milagres no andar), cortar tacões, mudar as capas - Sem duvidas as três coisas que se deve deixar a cargo do sapateiro!! O resto, os elementos lá de cima tratam do assunto.