Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Xanalicious

Qua | 18.05.11

Eu e... As primeiras impressões.


Não sei se já leram o livro "Blink" de Malcolm Gladwell, um dos meus autores preferidos (apesar de apenas ter lido dois dos seus quatro livros editados). O livro Blink fala de uma teoria, com o mesmo nome, sobre a intuição, sobre o facto de decisões e primeiras impressões serem tomadas em poucos segundos. O livro é óptimo para quem quer ler uma perspectiva diferente sobre as primeiras impressões (como se processam, e de que forma influenciam as nossas decisões). Acabei de ficar com vontade de o reler só de falar nisso (já o li há 3 anos, acho!!).

Hoje em conversa com uma amiga estava a contar-lhe que na Escola Secundária o meu grupo de amigas gozava imenso comigo porque a primeira, e mais importante, coisa em que reparava nas pessoas eram... Os sapatos! De tal forma que o passatempo preferido dessas minhas amigas na hora do almoço era, porque sabiam que eu não era capaz de não responder, dizerem nomes de pessoas conhecidas - ao calhas -  e eu imediatamente era capaz de dizer quais os sapatos dessa pessoa. Sim, leram bem (sou um bocadinho obsessiva-compulsiva em certas coisas, admito!!) LOL

Hoje em dia a coisa já não é bem assim mas... Por um lado ainda é! Sim, a primeira coisa que reparo nas pessoas são os sapatos. Há quem repare no sorriso, nos olhos, nas mãos, na roupa, na mala e há imensas pessoas que reparam nos sapatos. Não sei o que quer dizer, visto que hoje em dia atribuem significados a todo o tipo de acções que possamos ter - tipo "Você quando acorda abre sempre o olho esquerdo antes do direito?? Isso que dizer que você é decidido"  (!!!!) - mas acho não haver correlação entre isso e o facto de gostar de sapatos (acho....).

Faz parte de mim dar especial atenção aos detalhes de alguém com quem esteja a falar... Sou daquele tipo de pessoas que, muito discretamente, enquanto diz "Boa noite, tudo bem?" consigue fazer um raio x completo. Primeiro os sapatos, e depois tudo o resto. O único aspecto que não é está ligado à aparência que reparo imenso é na fala. E também não me perguntem porquê.

Não acho, de todo, que reparar em primeiro lugar, em detalhes do físico ou da forma como uma pessoa se apresenta, seja algo fútil ou de cariz materialista/invejoso (do género, reparar para gabar ou desdenhar). Acho que é algo intuitivo, e acho impossível que assim não aconteça - afinal, quem é que durante os segundos que passam entre avistarmos uma pessoa e efectivamente iniciarmos um diálogo consegue estar sem reparar em nada? Estudos sobre isso é o que não faltam, e está mais que provado que a aparência é importante por isso mesmo - É ela que dá a primeira impressão que os outros têm de nós. Sempre.


Opiniões sobre o assunto?

Em que é que reparam em primeiro lugar? (;