Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Xanalicious

Qua | 03.08.11

A euforia de um bom casaco!

É sempre assim... Entra Agosto, com os seus dias de sol, os seus fins de tarde que chamam a petiscadas em esplanadas, e as suas noites dignas de um passeio na praia, e eu começo a pensar em Inverno (mas, e simultaneamente, realizando todas as actividades descritas antes). Acho que é normal que assim seja... Desde Junho que não existem novidades nas lojas, e a euforia dos saldos passa-me sempre rapidamente (o que não quer dizer que estes não causem estragos).

Nesta altura já só penso em camisolões de malha, botins (nos últimos anos não ando amiga de botas), collants (velhas e boas amigas que escondem e modelam tudo o que nós precisamos!!!), e - como seria de esperar - em casacos. Para mim as peças-chave para uma estação onde o frio impera, serão sempre um bom sobretudo e umas botas de cortar a respiração. Devo dizer que nem sempre senti este amor incondicional por sobretudos, aliás, sempre fui bem mais amiga de kispos ou dos famosos casacos de oleado (ainda hoje adoro o meu, azul escuro, mas já pouco o uso). Mas desde que me tornei, digamos, amiga da Zara tudo isso mudou. Não foi só a Zara... O facto de começar a ler mais sobre moda e, principalmente, e ter começado a "criar" os meus ícones de estilo, fizeram-me perceber a beleza, aliada ao conforto, que um bom sobretudo pode trazer. O ícone mais ícone de sempre em sobretudos, e trench coat, é sem duvida Audrey Hepburn - na tela de cinema, ou na vida real - basta escolher!

Breakfast at Tiffany's

Audrey na vida real
Mas a busca pelo sobretudo perfeito pode ser cruel! Primeiro porque é de minha opinião que, embora existam sobretudos que sejam muito versáteis, não há nenhum modelo/cor/material que fique "bem com tudo". Simplesmente não há. Não pensem que fico contente com esta conclusão (é uma realidade que pode ser desgastante para os nervos na hora de vestir), ou que quero com isto apelar ao consumo frívolo de sobretudos, mas é a realidade! Dito isto, é de minha humilde opinião que se deve começar pelo básico do básico no que toca a "abrigos", e isso traduz-se num trench coat em tons pastel e num sobretudo preto (para mim o tamanho ideal é ou antes ou depois do joelho, sendo que nunca na altura deste). As tendências podem falar em capas-camel, em casacos laranja, em blazers rosa (e aqui está a parte cruel da coisa... Há sempre casacos tão bonitos!!!), but trust me when i say - com estes dois casacos no vosso armário de certeza que vão estar sempre bem! E, só depois destes dois comprados, é que podem - se a carteira assim o permitir - fazer a vontade à vossa veia fashionista e ir em busca do que mais vos agrada (e vos favorece) em cada estação.