Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Xanalicious

Seg | 27.01.14

BEAUTÉ NEWS | Elnett Mini

É uma grande novidade para mim, louca pela laca Elnett:

Finalmente vamos ter o tamanho mini disponível para venda!




Por cá só consegui em oferta de uma na compra de uma grande, ou alguma edição especial (tenho uma, mas não uso, porque não quero que acabe ahahah), mas agora já podemos comprar uma Elnett mini nos sítios do costume.




Para quê tanta alegria? Produtos mini têm um lugar especial no meu coração-de-beauté:

São mais fofinhos (muito importante, não é?)

Cabem em todo o lado: mala de dia, mala de viagem, gaveta do escritório, porta luvas do carro. Sei lá! Um sem-fim de sítios onde eu gosto de manter um "stash" de produtos, e aos quais se vai juntar a Elnett - porque, quem não dá por si a meio do dia (de trabalho) ou da noite (de saída) com o cabelo meeeeeeesmo a precisar "de um jeitinho"? Pois! É este o motivo de tanta alegria.



Está à venda nos sítios do costume (hipers, supers, por aí), e custa 3,99 euros.
Seg | 27.01.14

OPINIÃO | O que é tendência?

Li, recentemente, um texto fantástico no Petiscos (da Julia Petit) sobre tendências hoje em dia, cuja 'genialidade' pode ser resumida no seguinte excerto:


"Sabe aquele sentimento de vergonha que a gente tem quando vê fotos de 20 anos atrás e pensa: “Meu Deus, como eu usei essa roupa, que ridículo!” A sensação agora é de que o pessoal está fazendo a mesma coisa, só que com roupas que usava há poucos meses."



A verdade é que, apesar de já termos percebido que editoriais servem "apenas" para inspirar, dá para reparar que há muito boa gente que ainda não percebeu que as montras também. Que a variedade existe para nos dar poder de escolha na hora de comprar, e não para nos dar poder de escolha a partir do nosso guarda-roupa.

A novidade é sempre "refreshing", é muito bom sairmos da rotina com uma peça diferente e "out-of-the-box", mas é ainda melhor, e mais importante, o poder de escolha. E sair por aí a comprar tudo o que há de novo, e que é "tendência" (termo que começa a estar démodé), não é ter poder de escolha, não é ter gosto próprio, não é inspirador. Inspirador, para mim, é ver alguém "rocking" uma peça com dois ou três anos (sim, apenas dois ou três, já é uma coisa RARA), muito mais do que alguém com o último it da Zara ou da H&M.




No mesmo texto, a autora refere ainda que Garance Doré decidiu estar uns tempos sem comprar muito por sentir falta da "adrenalina" de andar a namorar uma peça, por sentir que comprar estava a tornar-se algo banal, em vez de especial.


Então é isto - é isto mesmo que tenho feito já de há uns bons tempos para cá, e é isto que vos sugiro. Namorar a peça. Saber escolher. Saber distinguir algo que é bonito ali na prateleira, de algo que gostamos e vamos realmente usar. Não comprar na hora, sentir a alegria de "finalmente" ter aquela peça, aquele par de sapatos.




Link
"Tendência onde?", Petiscos