Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Xanalicious

Qua | 11.05.16

BEAUTÉ // BASIC MAKE UP


O básico dos básicos que anda sempre comigo:

AMBIENT LIGHTING BRONZER,  Hourglass - o melhor produto em pó que já experimentei. Finalmente entendi todo o buzz em torno dos produtos da marca (e o preço). Na WL já está um pó finalizador e um blush.

NEW NUDES, Marc Jacobs - precisava de um batom nude qb (não demasiado mate nem forte mas que deixasse, realmente, os lábios no tom que gosto - cor-de-pele) e esta foi realmente uma excelente escolha. De oferta, um espelho de mala (nunca são demais).

Pincel de pó, Beter Elite - recebi um press kit desta marca e devo dizer que estou muito satisfeita com os que tenho usado. Basicamente é uma marca com todo o tipo de acessórios de beleza que precisamos - de penteados a maquilhagem, de manicure à depilação. Quando estive em Andorra, deu para perceber que esta marca está em altíssimas - e percebe-se porquê: qualidade/preço impecáveis e opções para todos os gostos e rotinas. (por aqui vende-se, entre outros sítios, na Perfumes&Companhia)
Qua | 11.05.16

XANALESSONS // JÁ ME CHEGOU A MOSTARDA AO OUTFIT

Ou, o estranho caso do casaco amarelo em Espanha.


Eu não fico indiferente ao comportamento humano no que toca a consumo. E a estilo, claro. É isso que me fascina em todo este mundo a que chamamos Moda.

Qual não foi o meu espanto (que já tanto me fez rir) quando vejo, nas duas semanas que passaram, que as páginas espanholas que sigo só falavam de um perfecto amarelo, que já tem direito a páginas no Instagram e Facebook.

A história: de repente, parece que só se via este casaco pelas ruas (e redes) de Espanha. Exagero, claro. Mas...



Porque é que isto me fascinou tanto?

Modelo de casaco da estação: BOMBER.
Cores da temporada: azul claro e rosa quartz.


O que esgota? Um biker amarelo mostarda. (a sério, há quantos anos não ouvimos falar de uma febre de amarelo?) 


I mean, isto dá-me alguma "fé". Afinal, não somos assim tão carneiros. Afinal, conseguimos entrar numa loja e ver realmente o que queremos usar. Afinal, os blogs, revistas, marketing e publicidade, não dominam a nossa mente. Fiquei contente com isto e, acima de tudo, fascinada. #QuemNão