Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Xanalicious

Qua | 17.10.18

O TRUQUE DE STYLING QUE PROMETE SER SENSAÇÃO NESTE OUTONO

 

 

Sim, falo-vos do casaco em animal print. Depois da saia, o padrão mantém-se em altas e, com a chegada de dias mais frescos, o casaco (blazer, kimono ou outro modelo, mais cintado ou mais loose) é sem dúvida uma aposta ganha.

 

O meu preferido é este:

 

BLAZER OVERSIZE DE JACQUARD ANIMAL

 

É da Zara e adorei. Mas estou a tentar abrandar o consumo de fast fashion. More on that later!!! (mas, até lá, sigam-me no Instagram, pois tenho falado do assunto pelas Stories, com propostas de leituras muito interessantes sobre o assunto)

Ter | 16.10.18

MADE IN PORTUGAL | 5 NOVIDADES A CONHECER JÁ

 

 Já começaram a chegar muitas (e muito boas) novidades nas minhas marcas portuguesas preferidas e, como sei que vocês procuram sempre recomendações de boas marcas para conhecer (ou, mais que isso, comprar online), aqui deixo as novidades de 5 das minhas marcas preferidas. (e uma nota importante no final)

 

novidades made in portugal 1.png

 

SIENNA // À semelhança de grande parte das marcas que gosto e que consumo, a Sienna tem uma estética muito sua. E a sua nova colecção (lançada ontem à noite e que causou FUROR imediato), MIXED, é possivelmente a maior prova disso até agora. Gostei tanto, mas tanto. A minha peça preferida (que estou ansiosa por experimentar) é o Sophia Trench. 

 

Ver colecção completa, aqui.

 

 

 

novidades made in portugal 2.png

 

MAHRLA // Já falei sobra a nova colecção da Mahrla num post especial (este) mas não dá para não mencionar a Memoir Collection que está a ter um sucesso incrível (e merecido) - o Nostalgic jumpsuit foi a minha primeira escolha, e o Melody em branco será, com certeza, a segunda. Esta peça está incrível!

 

Ver colecção completa, aqui.

 

 

 

novidades made in portugal 3.png

 

LE MOT // Antes das grandes novidades (que chegam já-já na próxima semana), a Le Mot lançou duas t-shirts que me apaixonaram à primeira vista, às quais não resisti. Sabiam que as peças desta marca são desenhadas e desenvolvidas de raíz? Além de dar valor a isto, devo dizer que estas são as t-shirts que melhor me assentam. Estou muito fã!!!

 

 

Ver colecção completa, aqui.

 

novidades made in portugal 4.png

RUST & MAY // Outra das minhas marcas preferidas dos últimos anos, acabou de lançar uma das peças mais desejadas da temporada: a slip skirt. Parece ser perfeita!!!

 

Ver colecção completa, aqui.

 

 

 

novidades made in portugal 5.png

 

ALICE & CO //  Esta é a única marca que (ainda!!) não conheço pessoalmente, mas que lançou uma colecção que é muito difícil resistir - só de pérolas!! Brincos e colares variados, MUITO GIROS e que vão fazer os vossos conjuntos destacarem-se de forma muito elegante. Fiquei fã, fã, fã! A minha peça preferida são os brincos Venice - não são incríveis?

 

Ver colecção completa, aqui.

 

 

 

 

DICA: porque consumo muito pelas marcas portuguesas (sempre que me é possível) e gosto de deixar o meu feedback sincero (especialmente quando é positivo), recebo muitas mensagens e pedidos de sugestões de marcas que valem a pena (e fico muito feliz quando o fazem). Se quiserem ler mais sobre as minhas opiniões sobre este tema basta consultarem a tag Made in Portugal (cliquem para ver todos os posts).

 

Seg | 15.10.18

EXTRA LONG KNIT

 

Vestidos que en realidad son jerséis (y el fondo de armario más inspirador del mundo)

 

 ADORO este tipo de peças - práticas, statement qb, e dão uma pinta descomunal ao mais simples dos conjuntos. Se for em caxemira, então...  Está perfeito. Ainda não vi nada do género, mas vou pesquisar bem!!! 

Seg | 15.10.18

#EsteLook DÁ-NOS UMA EXCELENTE IDEIA PARA O OUTONO

 

Sudaderas + accesorios + faldas de cualquier tipo = 'likes' garantizados

 

 Bem sei que, por todos os motivos (especialmente práticos), deixamos de parte a maioria dos acessórios. Mas, especialmente para quem investe em peças minimal, nas cores básicas - mas também para quem aposta em cores vivas e combinações mais maximalistas (como se vê na imagem), as pulseiras coloridas e vários anéis são um excelente plus

 

Vejam bem a diferença que faz nestes dois looks? 

Seg | 15.10.18

SET | EM TONS DE OUTONO

 

out_2.jpg

T-shirt, óculos e sapatos, Victoria Beckham; Calças, Zara; Bolsa, Littler Liffner.

 

 

 Bem sei que o Leslie y sus amigos, chuva, vento e dias cinzentos, nos remetem já para botas, casacos, guarda-chuva. Mas, na verdade, ainda agora começámos o Outono e ainda temos muitos dias de sol e clima ameno pela frente.

 

E os tons que conduzem o mood são, sem dúvida, o castanho, o bege e o branco. E os conjuntos não vão andar muito longe disto (com um blazer por cima, claro).

Qua | 10.10.18

#EsteLook TEM VÁRIOS TRUQUES PARA "COPIAR"!

 

 

Las riñoneras también son para el invierno

 

Ainda sobre a Paris Fashion Week (aviso já que o assunto está longe de estar esgotado), este look saltou-me TANTO à vista, que mereceu um post só para ele. Cheio de boas ideias:

  

Camisa loose | É tudo o que precisamos na meia-estação. Vivia perfeitamente a alternar entre camisa oversized branca e t-shirt com corte masculino (preferidas do momento: Le Mot)

 

Mala croc (usada à tiracolo) | Estou em modo obsessão com textura croc. A sério! Em todo o tipo de modelos, mas especial em modelos género "baguette" (preferida do momento: Little Liffner). Mas foco também em malas usadas à tiracolo - este truque de styling ainda se mantém!

 

 Saias midi de todas as formas, excepto plissada | Slip skirt, saia com pregas, wrap - o que quiserem! A maneira mais cool de combinar esta peça está NESTE post

 

Extra-tiny strapy sandals | Ok, isto é mais numa de aproveitarmos os saldos de Inverno (ou promos que possam surgir), especialmente em marcas emergentes (a marca que mais tenho gostado de seguir é a by far).

 

 

Qua | 10.10.18

OS MODELOS DE CALÇAS PARA APOSTAR

 

 

Tenho gostado imenso de usar a funcionalidade das perguntas no Instagram, especialmente para perceber o que querem saber, falar, ver! Uma das questões que me lançaram hoje foi sobre modelos de calças (que não em ganga) para apostar!

 

E achei a pergunta digna de post - porque os modelos de calças mudaram imenso nos últimos tempos, sinto que estamos a entrar numa "nova fase".

 

 

Bases:

Cortes a direito ou a alargar! 

 

Depois, a hipótese (que eu ADORO) de afunilar ligeiramente em baixo - gosto mesmo deste corte. Tenho um modelo assim da Bimba y Lola que são muito confortáveis e que gosto muito de ver.

 

Depois, cores: os básicos preto e azul escuro, mas também branco sujo e camel. Camel em tudo, nesta temporada.

 

 

Outra questão: as bainhas são para fazer... Pela altura dos sapatos. Sim, a inspiração dos anos 00 está mesmo com tudo!

 

 

 

Dica preciosa (daquelas para ler e assimilar mesmo): experimentem SEMPRE (e pelo menos) 2 tamahos de calças. Esqueçam os complexos com "o número", pensem em ajustes que possam fazer numa costureira - open mind! Eu diria que este é o meu grande segredo para encontrar boas calças que me assentam lindamente.

 

Seleccionei alguns modelos giros que encontrei no online:

 

 

Uterqüe

 

 

 

 

Uterqüe

 

 

 

 

Massimo Dutti

 

 

 

 

Imagem 1 de JEANS Z1975 COM PINÇAS da Zara

 

Zara 

 

 

 

Imagem 2 de CALÇAS ZW PREMIUM SERGEANT CHINO CAMEL da Zara

 

Zara

 

Seg | 08.10.18

BOYFRIEND JEANS STRIKE AGAIN

 

Los 'boyfriend jeans' más femeninos del mundo

 

 

 

Sou só eu que, ao ver esta imagem, corri a vestir os BF jeans que estavam, pacientemente, na gaveta à espera de voltarem a ser usados? 

 

(e estas sandálias da The Row??? I-DIE)

Seg | 08.10.18

O QUE É QUE AINDA COMPRO NA FAST FASHION?

 

Apesar de andar completamente desligada do mundo acelerado da fast fashion (perdoem a redundância), não deixei de consumir por lá. Como dizia, e bem, a Constança Firmino - não vale a pena entrar em extremismos. As lojas vintage (em Lisboa e online, pelo menos) não são o que imaginamos - ou é luxo hipervalorizado ou são peças muito usadas e sem grande qualidade (nem graça); e a minha carteira tem fundo e, por isso, não desatei a comprar tudo em marcas emergentes - já consumo mais de metade e acho que isso (para um primeiro ano "à séria" nesta filosofia) já é louvável. 

 

Cortei (quaaase) todas as compras tolas/sem nexo/de tendências que não vou usar. Parei de comprar por comprar ou porque vi algo há horas no Instagram. Só isso, já foi um passo gigante para um consumo mais sustentável (e o que me permitiu poder comprar mais em marcas emergentes). Depois, claro, continua a existir a Fast Fashion - e, por lá, nem tudo são tendências "rápidas" ou peças que só se vão aguentar no nosso guarda-roupa 2/3 meses. Não, nada disso. Eu tenho peças da Zara com mais de 10 anos - e estão óptimas. Talvez esta ideia não tenha sido bem "passada" da minha parte em posts anteriores - mas, para mim, não faz sentido deixar de consumir (totalmente) nestas lojas: até porque, quando ganhamos olho para a coisa, só ficamos a ganhar em qualidade/preço.

 

 

Sobre isso, o vídeo da Vic Ceridono exemplifica bem o meu mood - sendo que apenas passo as tendências do momento (ou, 99% delas!!, vá). Vejam, este vídeo tem boas dicas para quem quer comprar bem sem gastar muito!

 

 

 

 

 Adiante, dou um exemplo de uma peça que ainda compro maioritariamente na fast fashion: sapatos! E quase nunca me arrependo, confesso.

 

Apesar de o fazer maioritariamente na Uterqüe, sempre fui muito fã dos modelos da Zara (tanto em pele como em sintético) - aliás, são as duas marcas mais baratas com as quais me dou muito bem. E hoje trago-vos um excelente exemplo que nem tudo é mau, que muitas vezes também pode apoiar uma produção sustentável (apesar de ainda ser um penso numa ferida de canhão, eu sei), nem tendências datadas:

 

6930301040_1_1_1.jpg

 

 Além do modelo mais que clássico (para quem gosta), o preço muito simpático (a pele da Zara costuma ser bastante resistente), ainda faz parte do programa Join Life - que cada vez tem mais variedade de peças e engloba, já, muito mais que apenas algodão orgânico e reciclagem de roupas.

 

Deixo-vos o caso destes sapatos (que podem ver aqui): foram produzidos em tinturarias certificadas do Leather Working Group, utilizando energias renováveis e tecnologias que reduzem o consumo de água. Um pequeno passo, talvez, mas, ainda assim, há que começar por algum lado!

 

Seg | 08.10.18

HÁ UM TIPO DE CALÇAS DE GANGA QUE TEMOS DE DEIXAR DE USAR

Imagen 4 de JEANS ZW PREMIUM NEW MOM STONE BLUE de Zara

 

 

Mom jeans? Calças a direito? Wide leg? (Mini) Flare? Paper Bag pants? Skinny jeans?

 

 

Tudo isto está ok... EXCEPTO se... Estiverem rasgadas! Há muito tempo que deixei esta "tendência" de parte (excepto num par de mom jeans que adoro e cujos rasgões são bastante discretos), pois realmente não dá - (já) não dá ar cool, já só me remete para desmazelo ou tentativa de parecer muito jovem-cenas (isto dos 30 dá-nos este tipo de feelings, i guess).

 

E, de facto, pelo Street Style também já não são avistadas calças rasgadas ou ripadas. Uffff!

Seg | 08.10.18

OS LOOKS "CLÁSSICOS ACTUALIZADOS" VISTOS EM PARIS

 

De safari en la ciudad

 

 

 

El combo ganador: una gabardina 'oversized' y unos zapatos blancos

 

 

 Cómo combinar los colores y las texturas del otoño

 

 

Es París, baby

 

 

 

Cuando solo necesitas tres prendas básicas para hacerte el look perfecto

 

 

Zapatos de tacón 'arty' que levantan cualquier look

 

 

 Paris, no que toca a street style, foi muito mais interessante em looks "clássicos actualizados" do que em tendências. Até porque, let's face it, o mundo das tendências já esteve mais apelativo e interessante. Cheira-me que o jogo vira em breve, e os estilos mais clean, mais minimalistas e, a juntar a estes dois, clássicos, vão perder para maximalismo e muitas tendências (bem ao estilo da primeira década dos anos 00).

 

 

O meu mood:

 

- Trench coat oversized

 

- Bege e camel "sem descanso" ahah

 

- Um par de botas ligeiramente abaixo do joelho.

 

- Sapatos brancos 

 

- Textura Croc 

Dom | 07.10.18

#10 TENDÊNCIAS VISTAS NAS RUAS DE PARIS

 

Terminou o Fashion Month - nunca estive tão away, confesso. E, pelos vistos, não sou a única. Fui só eu que reparei a fraca adesão das grandes bloggers às Semanas da Moda? A maior parte só fez uma ou duas das grandes quatro e, quando fez, apenas uma pequena parte dos dias. Eu traduzo: as colaborações pagas devem estar mais diluídas (#Collabs não faltaram no meu feed de Instagram), e já ninguém está para ter despesa e trabalho a marcar presença e comunicar marcas que não apostam neste veículo (ou, nas pessoas em questão).

 

Por um lado, é totalmente legítimo. Já não estamos na fase de andar aqui a brincar (por "estamos", considerem, obviamente, as grandes bloggers e opinion makers do digital!!) às modas e aos desfiles. Estas pessoas têm um alcance de centenas de milhares, all over the world, e fazem desse alcance (e, consequentemente, da sua influência) o seu trabalho. Assim como as marcas não oferecem roupas só porque gostam de uma pessoa que lhes envia uma DM a pedir (porque não tem dinheiro ou, simplesmente, não quer pagar), também estas pessoas não têm que ir a eventos, desfiles, showrooms de marcas "apenas" por gosto.

 

Por outro lado... Não estaremos (por "estaremos" entenda-se a classe de bloggers/instagramers/etc) MESMO a perder a essência? Será que TUDO tem mesmo de ser pago? Será que os seguidores merecem ser privados de informação, inspiração e conhecimento?... Por exemplo, a maior parte das mulheres que sigo no Instagram, não marca peças de marcas com quem não tem parceria. Again, é legítimo. Mas há uma parte muito importante nos blogs (e consequentes), que é a partilha genuína de informação, de dicas, de experiências, de "life-style".

 

É porque, mesmo as bloggers que vão, quase todas usam as marcas que lhes pagam para usar. Sendo que as bloggers foram uma lufada de ar fresco aos desfiles - por usarem coisas novas, de formas diferentes, em misturas improváveis - se ficam reféns de PR's e Showroom das marcas com quem trabalham... O que sobra?

 

 

Percebem as ideias? O que acham?

 

 

 

Bem... Ufff, o post é sobre Paris!!! ahahahah Seleccionei algumas imagens de conjuntos mais "trendy" que apanhei no street style (com menos variedade que o costume):

 

 

Como recién salida de otra década (y otro lugar)

 

 

Manual de uso de las mallas de ciclista

 

 

Juego de texturas

 

 

Mezclas inesperadas y bienvenidas

 

 

La mezcla más rara y bonita (sí, bonita) que se pueda imaginar: vestido de inspiración lencera y zapatillas

 

 

Las botas blancas se llevan con un jersey camel

 

 

Tomando notas:

 

1. Bandoletes com enchimento (existem na H&M).

 

2. BLAZERS (oversized ou nem por isso).

 

3. Cintos a marcar a cintura, por cima de blusas e casacos!

 

4. Botas ligeiramente abaixo do joelho.

 

5. Mantemos a cintura Paper Bag em calças.

 

6. ANIMAL PRINT onde mais gostarem.

 

7. Saias midi de todas as formas, menos plissadas!

 

8. Os ténis "do pai" mantém-se, mas escolham um modelo que gostem - e não aqueles que toda a gente tem! Vão ver que vai ficar mais cool.

 

9. Botas brancas!

 

10. As malas querem-se ou de mão ou com uma alça pequena - que só pode ser levada na mão.  

 

Dom | 07.10.18

SET // HELLO, OCTOBER

mood out.jpg

 

Olá, Outubro!!!

 

 

O mês em que, efectivamente, começamos a pensar no mood Outono. Dificilmente vamos fazer mais que pensar, porque o clima promete manter-se (literalmente) em altas, mas sem dúvida que já só penso em cores, peças, modelos, tudo, de Outono. Aliás, já fiz as trocas de sandálias por botas, inclusive! 

 

 

Notas/créditos:

 

Biella Sweater, Totême - não posso comprovar a qualidade desta sweater, mas em termos de composição da malha e de corte, está au point! (e a cor, também gosto bastante) Os jeans também são da marca sueca, btw.

 

Juliette, Cinco - o Juliette é um dos meus modelos preferidos da Cinco. Mas, quando voltei a encomendar um modelo, acabei por escolher o Francesca. Isto porque o modelo é em prata com banho de ouro e, quando o banho se perder, vou continuar a adorá-lo em prata. Já o Juliette, eu queria em dourado - sempre. Eis que a Cinco lança o seu novo serviço - qualquer modelo da Cinco pode ser encomendado em ouro (19.2k). Que maravilha de ideia - tenho a certeza que já terei o Juliette debaixo da árvore de Natal!

 

Danielle, By Far (slingbacks) - a By Far, à semelhança da Totême e da Cinco, é uma das marcas que nasceram em plena era digital e se tornam muito do que são através do Instagram. Foi através d'A rede social que conheci esta marca e tenho andado em constante namoro. Estes slingbacks são o meu modelo preferido - infelizmente, faz pouco fit com as necessidades do "shoe closet". :(

 

Relógio, Nixon - o meu relógio dos últimos meses (em prateado), das minhas marcas preferidas!